Amantes Da Ferrovia

Apaixonados por trem

Informação

Paranapiacaba - trens e história

 FOTO: Reinaldo de Almeida Pereira

 http://olhares.uol.com.br/rsound

 A vila inglesa localizada próximo a Cubatão é um grande acervo "vivo" da história da nossa ferrovia. Ligação entre o litoral e o planalto, transportou nossa riqueza - o café - por muito e muitos anos.

 Hoje, a pequena vila ainda conserva suas casas centenárias de madeira, muitos equipamentos e prédios da ferrovia e, por seus redores, um imenso charme incrementado pela frequente névoa.

 Isto é somente uma breve descrição sobre o local que eu mais amo na minha vida!

 Conheçam e sejam bem-vindos!

Local: Paranapiacaba, São Paulo, Brasil
Membros: 21
Última atividade: 25 Mar, 2016

 Olá amigos!

 O colega Agostinho Vieira perguntou-me se ainda circula o trem turístico até Paranapiacaba. Pergunta que veio a calhar pois a dois dias a Expresso Turístico da CTPM completou 3 anos de atividade.

 Para todos os colegas e em tributo ao aniversário desta magnífica iniciativa, vou postar a matéria de uma revista de Araraquara.

 FONTE: Revista O Imparcial Araraquara - Dezembro de 2011

 Mais informações: http://www.cptm.sp.gov.br/E_OPERACAO/ExprTur/parana.asp

  

Tendo como objetivo integrar pontos de interesse turístico localizados ao longo da malha férrea, o Expresso Turístico, como é chamada a composição de passageiros que há um ano leva alegria a milhares de turistas que descobriram o serviço em São Paulo, é um serviço ferroviário inaugurado em 18 de abril de 2009 pela Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e pela CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

E, pasmem amigo leitor, a locomotiva e os vagões eram nossos, pois pertenciam a antiga Estrada de Ferro da Araraquarense (EFA) e foi recuperada pela CPTM. A viagem é feita a bordo de uma charmosa locomotiva a diesel, da CPTM, que conduz dois carros de aço inoxidável fabricados no Brasil na década de 50. Cedidos pela Associação Brasileira

de Preservação Ferroviária (ABPF), os vagões formam totalmente restaurados pela CPTM. Ao longo do percurso sobre os trilhos, monitores dão informações históricas sobre a ferrovia paulista e as estações da CPTM.

De volta aos trilhos

O trem Expresso Turístico é formado por uma locomotiva a diesel, da CPTM, Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros, de aço inoxidável, Budd - Mafersa fabricados no Brasil nos anos 50. Os vagões foram totalmente restaurados nas oficinas da CPTM. No passado, quando ainda pertenciam à Estrada de Ferro Araraquara (EFA), os mesmos carros operaram a linha de longo percurso entre São Paulo (Estação da Luz), Campinas, Araraquara, São José do Rio Preto e Santa Fé do Sul. A linha, popularmente conhecida como "Araraquarense", foi construída originalmente em bitola métrica e aberta em 1898, ligando Araraquara a Itaquerê (atual Bueno de Andrada). Até 1955, só circulavam trens a vapor pela linha, com carros de madeira e composições que  saiam de Araraquara. Com o alargamento da bitola, os trens começaram a sair da Luz. Nos anos 1960, quando foram adquiridos os carros Budd-Mafersa, as viagens passaram a ser feitas com carros-dormitório e carros-restaurante. Na Fepasa (Ferrovia Paulista S.A.), esses carros trabalharam até meados de 1998, sendo os últimos trens de passageiros de longo percurso no estado de São Paulo. A última viagem deles conteceu

em 15 de março de 2001, no trajeto entre Araraquara e São José do Rio Preto. Os dois carros foram localizados e resgatados pela ABPF em Rio Claro, em meados de 2005, sendo na época solicitada a guarda destes à Rede Ferroviaria Federal SA (RFF-SA). Em 2008, ambos foram cedidos para a CPTM com a finalidade de servirem ao Expresso Turístico.

 O Trem Expresso Turístico conta com 174 assentos mais uma vaga para cadeira de rodas por viagem. Como as passagens poderem ser adquiridas com antecedência, isso exige que o interessado consulte as vagas disponíveis para a data escolhida para a sua viagem. Os bilhetes podem ser adquiridos até três meses e meio antes da data da viagem, na bilheteria da Estação da Luz, da CPTM, localizada no saguão principal da estação, ao lado do guichê do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), em frente à Praça da Luz. O horário de atendimento é das 6h às 18h30, todos os dias. (HGPM) 


Fórum de discussão

Trem Turístico na vila

 Olá amigos! O colega Agostinho Vieira perguntou-me se ainda circula o trem turístico até Paranapiacaba. Pergunta que veio a calhar pois a dois dias a Expresso Turístico da CTPM completou 3 anos de…Continuar

Tags: jundiaí, santos, ferro, spr, alto

Iniciado por Andre Luis Martins de Oliveira 24 Abr, 2012.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Paranapiacaba - trens e história para adicionar comentários!

Comentário de renata ferreira tura em 12 março 2014 às 12:08

Gostaria de saber se em Paranapiacaba há a possibilidade de fazer ensaios fotograficos. Gostaria de fazer um meu e estou procurando onde. Obrigada

Comentário de Andre Luis Martins de Oliveira em 29 agosto 2012 às 13:05

 Gostaria de dar boas vindas aos novos membros e convida-los para compartilhar de suas experiências.

 BOA SEMANA!

Comentário de Andre Luis Martins de Oliveira em 15 junho 2012 às 11:58

 Caro Dagoberto e demais,

 Fiquem a vontade pra postar essas fotos e memórias nesta comunidade também é de todos aqui. Aguardo a colaboração com fotos, estórias, histórias e acontecimentos.

 Falando nisso... O Festival de Inverno de Paranapiacaba está chegando!

 Tenho procurado diariamente pela programação que ainda não foi divulgada. Pra quem não sabe, é o principal evento da vila e tem programação musical, de dança e teatro, de excelente qualidade e totalmente gratuito. Acontece nos 2º, 3º e 4º fim de semana de julho.

Assim que encontrar as informações dividirei aqui com vocês.

 Espero vê-los por lá!

 ABRAÇO!

 

Comentário de Dagoberto Braga Junior em 24 abril 2012 às 10:46

André, estive revendo algumas fotos, do tempo em que era do MOVIMENTO ESCOTEIRO, justamente das trilhas de Paranapiacaba e nessas horas a saudade sempre vem, realmente é um lugar belissimo que merece e precisa ser preservado. A Prefeitura de Santo André tem feito um bom trabalho quanto a isso, hoje existe segurança, alguns restaurantes razoáveis, enfim boa estrutura. Hoje resido em Capivari, mas assim que puder pretendo retornar e talvez dar uma passeada pelas velhas e conhecidas trilhas.

Comentário de Andre Luis Martins de Oliveira em 18 abril 2012 às 10:59

 Obrigado pelos comentários! Quanta riqueza há nessas estórias!!
 Paulo, compartilhe conosco algumas fotos que citou, seria muito bom. Fiz lindas fotos lá também mas infelizmente perdi. Ótimo pretexto para outra visita, quando a distância permitir.

Comentário de Paulo Cesar da Silva em 17 abril 2012 às 15:53

Eu já fotografei em Paranapiacaba, algumas fotos que postei no "Amantes da Ferrovia" foram feitas lá, é muito triste ver a situação de abandono em que se encontra a Vila, ao menos da última vez que lá estive saí com essa impressão. O lugar é lindo, frequentemente escolas de fotografia levam seus alunos para exercitar seus conhecimentos por lá, apesar da taxa que agora é cobrada, e já encontrei equipes de filmagem documentando a vida na Vila, além de ter visto alguns fotógrafos de moda usando Paranapiacaba como cenário para editoriais.

Merecia mais cuidados por parte das "autoridades" no sentido de preservar e facilitar o acesso, além de explorar turísticamente a região deveriam investir em conservação. Quem ainda não conhece não pode deixar de visitar, no mínimo rende boas fotos.

Comentário de Dagoberto Braga Junior em 17 abril 2012 às 15:41

Sou de Santo André, municipio do qual Paranapiacaba faz parte, ia lá constantemente, é um lugar maravilhoso e precisa ser preservado. Boa parte da nossa historia ferroviária está lá, nossos netos um dia a conhecerão. Suas trilhas levam a lindos lugares na montanha, fui Chefe de Grupo Escoteiro e descia frequentemente a Serra do Mar por lá, hoje já é necessário guia. Merece ser conhecida e admirada.

Comentário de Andre Luis Martins de Oliveira em 17 abril 2012 às 11:11

 Olá Edson! Obrigado pelo comentário!

 Também sou da área do Turismo. Seria muito interessante ter pacotes oferecendo os atrativos históricos e naturais desta localidade, assim como cultural e gastronômico nos eventos que a cidade possui.

 Falando em documentários, assisti um chamado A Inglaterra Perdida Nos Trópicos. MUITO BOM, mas nunca mais consegui ver.

 Seja bem vindo ao grupo, aguardamos mais comentários, fotos, etc. ABRAÇO!

Comentário de edson bene figueiredo em 16 abril 2012 às 7:52

Fiz uma trilha em Paranapiacaba, e gostei muito...Estou para falar com o pessoal da  TV cultura e conseguir um documentário chamado Divida Extena, Divida Eterna que eu assistí justamente quando estava estudando no colegial quando fui a Paranapiacaba e pude conhecer muito sobre a história das ferrovias no Brasil no tempo do Império. Talvez possamos suscitar o interesse do pessoal e organizar um passeio pra lá...Sou agente de viagens e seria um "trabalho" interessante.

 

Membros (21)

 
 
 

Publicidade

Membros

Música

Carregando...

Últimas atividades

sushanta postou um status
"AFL…"
1 hora atrás
sushanta postou um status
"AFL Sydney Swans vs St…"
1 hora atrás
sushanta postou um status
"Aus…"
1 hora atrás
sushanta postou um status
"AFL Melbourne De…"
1 hora atrás

© 2017   Criado por Amantes da Ferrovia.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço