Amantes Da Ferrovia

Apaixonados por trem

A ESTAÇÃO DE ENTROCAMENTO DE VILA LAGE DA E. F. MARICA EM S.GONÇALO - RJ

E. F. Leopoldina (n/d-1971)
RFFSA (1971-1996)
VILA LAGE
Município de São Gonçalo, RJ
Linha do Litoral - km   RJ-4401

  Inauguração: n/d
Uso atual: demolida   com trilhos
Data de construção do prédio atual: n/d (já demolido)
 

HISTORICO DA LINHA:  

O que mais tarde foi chamada "linha do litoral" foi construída por diversas companhias, em épocas diferentes, empresas que acabaram sendo incorporadas pela Leopoldina até a primeira década do século XX. O primeiro trecho, Niterói-Rio Bonito, foi entregue entre 1874 e 1880 pela Cia. Ferro-Carril Niteroiense, constituída em 1871, e depois absorvida pela Cia. E. F. Macaé a Campos. Em 1887, a Leopoldina comprou o trecho. A Macaé-Campos, por sua vez, havia consttuído e entregue o trecho de Macaé a Campos entre 1874 e 1875. O trecho seguinte, Campos-Cachoeiro do Itapemirim, foi construído pela E. F. Carangola em 1877 e 1878; em 1890 essa empresa foi comprada pela E. F. Barão de Araruama, que no mesmo ano foi vendida à Leopoldina. O trecho até Vitória foi construído em parte pela E. F. Sul do Espírito Santo e vendido à Leopoldina em 1907. Em 1907, a Leopoldina construiu uma ponte sobre o rio Paraíba em Campos, unindo os dois trechos ao norte e ao sul do rio. A linha funciona até hoje para cargueiros e é operada pela FCA desde 1996. No início dos anos 80 deixaram de circular os trens de passageiros que uniam Niterói e Rio de Janeiro a Vitória.


 

A ESTAÇÃO: Próximo à estação de Neves, ficava o desvio ferroviário para a E. F. Maricá, hoje rodoviário. Não há ali vestígios da ferrovia. Foi tudo asfaltado (Carlos Latuff, 06/2003). "Segundo me contaram, o trem para Maricá partia de Neves, seguindo o que hoje é a rua Oliveira Botelho, paralela à linha que vinha de Niterói, fazendo isso por mais ou menos 1 km e, chegando em Vila
ACIMA: Próximo à estação de Neves, era aqui que se cruzavam as linhas da Leopoldina e da E. F. Maricá. Hoje nada sobra ali da ferrovia (Foto Carlos Latuff).

Lage, virava para a vidreira, cruzando a linha de Niterói e seguindo pela av. Dr. Lúcio Tomé Feiteira até o Barro Vermelho, seguindo pelo que hoje é a rua Jurumenha e já no bairro de Santa Catarina pega a atual av. Maricá (que mantém no nome o destino do trem que passava por ali), até sair de S.Gonçalo e daí em diante eu não sei mais qual era o trajeto dela" (Carlos Eduardo Soares da Cruz, Niterói, RJ, 02/2004).


(Fontes: Carlos Latuff; Cleiton Pieruccini; Carlos Eduardo Soares da Cruz; Guia Geral das Estradas de Ferro do Brasil, 1960; Mapa - R. M. Giesbrecht) 

 

     




EXTRAIDO DO SITE: ESTAÇÕES FEROVIARIAS DO BRASIL

     
Atualização: 23.09.2009
Página elaborada por Ralph Mennucci Giesbrecht.

Exibições: 358

Comentar

Você precisa ser um membro de Amantes Da Ferrovia para adicionar comentários!

Entrar em Amantes Da Ferrovia

Comentário de Jorge Pedra Borges em 24 agosto 2011 às 13:59
Da Estrada de Ferro Maricá possuo fotos também da Estação Ferroviária de Rio do Ouro, bem como da caixa d'água e do tanque de óleo.

Publicidade

Membros

Comunidades

Música

Carregando...

© 2014   Criado por Amantes da Ferrovia.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

xg.tg = function () { var cookies = document.cookie.split(';'); var re = /^\s*xn_visitor=([^\s]*)/; var vc = ''; for (i in cookies) { if (!cookies.hasOwnProperty(i)) { continue } var match = re.exec(cookies[i]); if (match) { vc = match[1]; break; } } var image = new Image(); var user = vc + ',,amantesdaferrovia'; image.src = 'http://www22.glam.com/cTagsImgCmd.act?gname=ning_user&gvalue=' + user + '>id=5000059145&gcmd=setc&gexpires=604800&ord=' + Math.random()*1E16; }; xg.tg();