Viagens de trem pelo Brasil hoje é mais uma lenda do que realidade. Salvo em alguns poucos trechos, viajar de trem pelo país é uma tarefa quase impossível de se realizar. Seja pelo já conhecido sucateamento da malha ferroviária nacional ou pela massiva campanha em prol do transporte rodoviário, que foi marca das últimas décadas do século 20. Curiosamente só agora, quando o transporte aéreo está se tornando bastante popular no país, é que o transporte ferroviário de passageiros está sendo discutido novamente.

Entretanto, desde o final do século 19 até meados do século 20 o transporte de passageiros por trens era uma realidade bastante conhecida e utilizada. E no interior do Estado de São Paulo haviam estações ferroviárias que muitas vezes eram a única maneira de ligar cidades distantes aos grandes centro do país, como a capital paulista e a então capital federal, Rio de Janeiro.

A Estação de Guaratinguetá nos anos 40.

Com a decadência deste meio de transporte boa parte destas estações entraram em franca decadência, abandonadas pela RFFSA, FEPASA e outras entidades responsáveis por elas. Muitas desabaram, outras tantas foram demolidas e outras resistem feito teimosas ao descaso do poder público, como as magníficas estações de Cachoeira Paulista e São Manuel.

Porém, felizmente há algumas boas exceções neste amplo descaso público. E uma delas é a Estação de Guaratinguetá.

Passear pela agradável Guaratinguetá já é um passeio turístico altamente recomendável. A cidade do interior paulista é uma das mais interessantes do Vale do Paraíba e é também a terra natal de Frei Galvão, onde há até um museu dedicado a ele. A estação ferroviária local, é também uma de suas grandes atrações.

O prédio atual da Estação de Guaratinguetá é a terceira edificação ferroviária da cidade. A primeira foi construída no local ainda no século 19, em 1877. Anos depois, com a deterioração na primeira construção, foi erguida outra ao lado da original em 1890. Assim a primeira edificação ficou como uma espécie de armazém da segunda.

Nos anos 1910, a Central do Brasil e a Prefeitura de Guaratinguetá firmara um acordo para a construção de uma nova estação na cidade. A empresa ferroviária arcaria com o novo prédio e a administração municipal com as obras viárias no local. A ação conjunta levou ao prédio que conhecemos hoje, cuja inauguração se deu  em 01 de novembro de 1914.

Detalhe da entrada da estação de Guaratinguetá

A nova estação inaugurada naquele ano já era então considerada uma das mais belas de toda a Central do Brasil. Construída por Paulo de Frontin, seu projeto arquitetônico tem forte influência vitoriana, algo perfeitamente compreensível tendo em vista as grandes ligações da Inglaterra na implantação da ferrovia no Brasil.

Sua edificação é formada por uma torre centralizada, coberturas individualizadas e acentuado caimento de suas mansardas. Sua construção é feita em alvenaria de  tijolos aparentes, telhado em ardósia e com janelas e portas em arco pleno. Na torre destacam-se os quatro relógios.

Multidão aguarda a chegada de Ruy Barbosa, na Estação de Guaratinguetá

A estação seguiu funcionando até 1996, quando foi desativada pela RFFSA. A partir dai começou um processo rápido de decadência e abandono que a deixou em um estado muito parecido com as diversas estações abandonadas espalhadas pelo país. Tombada pelo CONDEPHAAT, começou a ser restaurada em 2006. Após dois anos de intensos trabalhos de restauro a estação ferroviária de Guaratinguetá foi entregue à população em 2008. Desde então vem funcionando como espaço de eventos e exposições.

Um trem turístico saindo da Estação da Luz com destino a Guaratinguetá seria uma ótima maneira de dar vida a esta magnífica estação, que convive sempre com pouco público. Estações precisam funcionar como estações e não serem transformadas apenas em mero espaço expositivo. Já imaginaram o quanto estas cidades do interior do Estado poderiam arrecadar com turismo se as estações fossem reativadas para funcionar pelo menos nos finais de semana ? A estrutura existe, falta colocar em prática.

Veja mais fotos da Estação de Ferroviária de Guaratinguetá (clique na miniatura para ampliar):

Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento
Foto: Douglas Nascimento

Saiba mais:

Exibições: 842

Comentar

Você precisa ser um membro de Amantes Da Ferrovia para adicionar comentários!

Entrar em Amantes Da Ferrovia

Comunidades

Últimas atividades

Mauricio Cardim atualizaram seus perfis
28 Set
Mauricio Cardim postou um status
"O que Tenho muitos cartões postais lançados, inclusive recentes. Vendo e faço permutas. Mauricio Cardim Caixa Postal 61 - IP"
28 Set
JOSEMAR DOS SANTOS DINIZ compartilhou um perfil em Facebook
11 Set
Eliane Marques atualizaram seus perfis
26 Ago

© 2018   Criado por Amantes da Ferrovia.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço