(Alfredo Colenci Junior-Prof.Dr.)

             Dos colegas ferroviários e também veteranos, de José Colenci, ouvi, ainda menino, esta simples história que por sua picardia, cabe registro: 

             Conta-se que tão logo chegou e se instalou em Ladário, onde se situavam as novas oficinas de manutenção da Ferrovia Brasil-Bolívia, em sua folga José foi até o rio Paraguai, na primitiva Corumbá e pôs-se a pescar...Com surpresa, de pronto, fisgou um pintado de cerca de 40cm e de mais ou menos, um quilo, fato que lhe deu tanta alegria, pelo ineditismo que a ele representava, que fez com que ele saísse gritando e mostrando a todos sua conquista...Para os experimentados pescadores do local isso era tão corriqueiro, que sua atitude passou a ser motivo de riso, marcando por muito tempo essa ingenua passagem ...Seu trabalho em Ladário foi altamente produtivo e contribuiu para o fluxo dos trens que ligavam o Brasil a Bolivia, na sequencia da Estrada de Ferro Sorocabana, partindo de Baurú a Santa Cruz de la Sierra. Como todo o resto, este esforço pelo modal ferroviário se perdeu diante de interesses econômicos, onerando todas as perspectivas culturais e sociais que se iniciavam com esta integração...

Exibições: 134

Comentar

Você precisa ser um membro de Amantes Da Ferrovia para adicionar comentários!

Entrar em Amantes Da Ferrovia

Comunidades

Últimas atividades

Mauricio Cardim atualizaram seus perfis
28 Set
Mauricio Cardim postou um status
"O que Tenho muitos cartões postais lançados, inclusive recentes. Vendo e faço permutas. Mauricio Cardim Caixa Postal 61 - IP"
28 Set
JOSEMAR DOS SANTOS DINIZ compartilhou um perfil em Facebook
11 Set
Eliane Marques atualizaram seus perfis
26 Ago

© 2018   Criado por Amantes da Ferrovia.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço