Túnel subaquático gigantesco vai ligar a Rússia ao Alasca

Vamos brindar os russos e seu túnel subaquático para um trem entre a Sibéria e o Alasca! Com 103km de extensão, o túnel proposto seria duas vezes maior que o Eurotúnel, que liga a França à Inglaterra pelo Canal da Mancha, e poderia ser expandido para conectar Nova York a Londres.

 

Infelizmente para os nômades viajantes, o sistema de trem de alta velocidade proposto pelos russos seria usado apenas para transporte de carga (cerca de 100 milhões de toneladas por ano), não para transporte de passageiros, mas mesmo com este detalhe menos empolgante, o túnel deve ser um grande feito de engenharia.

 

Este projeto, financiado com capital público e privado, poderia também ser bastante sustentável e ecológico, segundo o Inhabitat:

 

As usinas elétricas propostas, que extraem energia das marés, poderiam fornecer 10 gigawatts de energia, e um conjunto de campos de energia eólica poderia criar uma oferta constante de energia limpa, servindo como uma conexão vital a uma rede mundial de energia. O túnel em si iria levar quinze anos para ficar completo – e uma rede elétrica e ferroviária levariam mais outros anos – mas o projeto iria mudar de forma significativa a indústria de transporte de carga, além da indústria de energia.

 

O túnel vai levar pelo menos quinze anos até estar pronto? Estaremos transportando carga com trens flutuantes até lá… [The Times via Inhabitat via Autoblog]

 

Fonte: Gizmodo Brasil (www.gizmodo.com.br)

Exibições: 1890

Comentar

Você precisa ser um membro de Amantes Da Ferrovia para adicionar comentários!

Entrar em Amantes Da Ferrovia

Comentário de mario alberto benedetto lynch em 29 janeiro 2014 às 12:04

muito interesante creio que dará certo

Comentário de Roberto Paulo Santos de Araújo em 4 setembro 2011 às 20:29
Agora esta na hora de estudarmos um trem para a LUA!!!
Comentário de Roberto Sarti em 30 agosto 2011 às 17:14
Bom, trens flutuantes praticamente já existem....rsrsrss....são os navios....hhauahauahau....

© 2018   Criado por Amantes da Ferrovia.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço