[ editar artigo]

Belmond Hiram Bingham: o lendário trem Pullman

Belmond Hiram Bingham: o lendário trem Pullman

Você já sonhou em viajar pelos Andes peruanos em um trem inspirado nos vagões Pullman dos anos 1920? O trem Belmond Hiram Bingham não só torna isso possível, como também transforma a viagem em uma experiência inesquecível, com atendimento personalizado que cuida de cada detalhe da sua viagem.

O trem de luxo Belmond Hiram Bingham liga Cusco a Aguas Calientes, passando pelo Vale do Rio Urubamba. A saída é da estação de Poroy às 9 horas. Os passageiros são recebidos com um coquetel de boas-vindas na plataforma, antes da saída do trem.

A bordo do trem é servido um brunch com entrada, prato principal e sobremesa. A música tradicional peruana irá entreter os passageiros que viajam neste belíssimo trem.

Glamour da década de 1920

A experiência de viajar por algumas das paisagens mais belas e românticas do Peru em ambientes luxuosos é alcançada no Belmond Hiram Bingham.

Este trem tem o nome do explorador norte-americano que afirmou ter descoberto os restos da cidadela Inca de Machu Picchu em 1911, embora existam algumas evidências de expedições anteriores de missionários, engenheiros e especuladores britânicos e alemães.

Com capacidade para até 84 passageiros, os carros do Belmond Hiram Bingham são luxuosamente pintados em suas cores distintas, azul e dourado, e  mobiliados no estilo dos trens Pullman dos anos 1920. Cada carro foi decorado com painéis de madeira polida e acabamentos em latão, tecidos finos e antiguidades.

Passar pelas altas montanhas e pelas águas do Rio Urubamba, enquanto saboreia uma culinária deliciosa, é uma maneira muito especial de fazer a viagem de ida e volta de Poroy, 13 km a oeste da antiga cidade de  Cusco, até a cidade perdida de Machu Picchu.

Vagões-restaurante

O trem possui dois vagões-restaurante com mesas decoradas com cristal e talheres polidos. O espaço acomoda 42 pessoas.

De manhã, a caminho de Machu Picchu, você desfrutará de um delicioso brunch com três pratos, acompanhado de um espumante refrescante e suco de laranja natural. À noite, na viagem de Machu Picchu a Poroy, será servido um luxuoso menu com quatro pratos, com Pisco Sour (coquetel típico da gastronomia sul-americana) e iguarias peruanas.

Vagão-bar

O vagão-bar é o lugar perfeito para curtir a música peruana ao vivo, cortesia da banda a bordo. Durante a viagem a Machu Picchu, o barman convida os passageiros a aprender a fazer o tradicional Pisco Sour.

Carro de observação

Os carros de observação são um ótimo complemento para qualquer trem e este é decorado com madeira escura, latão polido e grandes assentos acolchoados, tornando o lugar perfeito para relaxar e observar o desdobramento da paisagem peruana.

Títulos

O Belmond Hiram Bingham conquistou alguns prêmios, como as “10 épicas travessias ferroviárias do mundo”, pela CNN GO (2010). Também foi escolhido o “Melhor trem do mundo'', pelos leitores da Condé Nast Traveler UK (2011). O trem também ficou em terceiro lugar na categoria “Especialista em operadores de comboios'', pelos leitores da Condé Nast Traveler UK (2012).

E você, já viveu experiências inesquecíveis a bordo do Belmond Hiram Bingham? Conte para a gente nos comentários!

 

Amantes da Ferrovia
Ler conteúdo completo
Indicados para você